segunda-feira, 10 de junho de 2013

22ºDC e coraçãozinho ancioso


Estamos no 22º DC e por aqui bateu o desânimo total. Depois de alguns ciclos com o indux (3 ciclos + Intervalo + 3 ciclos) sem sucesso, podemos dizer que a Dona Deprê baixou nesse ser que vos escreve aqui. Mas por incrível que pareça ainda não cortei os pulsos nem me enforquei no pé de couve!!! Tô viva. Esse mês os treinos foram leves e raros, e nem fiquei contando os dias pra ovular. Aliás, acho que nem ovulei porque não teve muco nenhum por aqui, e sem remédio acho que não rolou mesmo. Triste?! Sim, estou um pouquinho, mas acho que meu pobre coraçãozinho está ficando curtido de dor, nem sente tanto mais. Com o passar do tempo acho que até as lágrimas vão secar, sei lá Né!!!!!!!!!!!!!!!!!
Essa semana almocei com algumas amigas e foi inevitável não entrar no assunto: FILHOS. Desabafei com elas, todas muito queridas comigo, uma inclusive recém-adotou um menino Lindo de 4 anos. Conversei muito sobre a adoção com ela, e ela me disse “Ju, talvez seu filho já exista em algum lugar por aí. Assim como você sonha com esse filho pode ser que exista uma criança que também sonha com uma mãe, que pode ser você!”. Essas palavras não saem da minha cabeça, e reforça ainda mais meus planos de adotar.
Mas claro que eu escutei muito “quando você menos esperar vem” ou “você tem que parar de pensar que dá certo!”. AFFFFFF, como parar de pensar se eu respiro esse sonho 24 horas por dia?!?!?!?!? Mas valeu a intenção, sei que não é por mal que elas dizem isso.
Consulta marcada para quarta-feira e coraçãozinho apertado.Mais tarde volto par contar como foi. Mas seja como for, está tudo nas mãos de Meu Jesus Misericordioso! N’ele eu confio!!!!
Bjinhosssss

2 comentários:

Jussara Barbosa disse...

Jú, eu tive um aborto com 7 semanas ano passado e de lá pra cá não engravidei. Meu sonho de ser mais desabrochou em 2011, tenho um monte de coisinhas de bebê! Tô igual a vc, já nem faço mais diário, antes registrava tudo o que sentia, todos os meus ciclos eu registrava diariamente...parei! Os treinos tbém seguem sem ritmo e desrregulados. Eu decidi que quero ser mãe, não importa o caminho, e por mais que deseje a concepção, escolhi não perder tempo esperando, ouço hist´rias de pessoas que passam 10 anos tentando, não quero isso, meu coração clama por ser mãe! Essa semana ainda vou à vara de infância dar início ao processo para adoção. Não queo esperar mais! Beijos e abra seu coração, ouça o que ele te diz, lá no fundo...
Bjks
Jú também, de Jussara.

Polly Souza disse...

Eu sempre quis a adoção, mesmo antes de descobri meu problema de infertilidade...meu esposo é quem nunca quis. E desde sempre deixou isso bem claro. Se dependesse de mim não faria tratamento algum, mas o filho que tenho esperado todos esses anos precisa ser nosso e não apenas meu. Enquanto ele não abrir o seu coração para a adoção continuarei tentando ter o filho que ele também sonha!!!! Não perca jamais as suas esperanças... o filho com quem Vc sonha breve virá para os seus braços!!!! Estarei na torcida!!!! Abração!!!!